terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

PROJETO SALA DE SUPERAÇÃO DA ESCOLA PÚBLICA MUNICIPAL SANTA TEREZINHA


Identificação

Estado de Mato Grosso
Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Lazer.
Assessoria Pedagógica de Marcelândia MT

Escola Pública Municipal Santa Terezinha
Marcelândia, MT 2009
Avenida Colonizador José Bianchini s/n- Área Industrial
Marcelândia – MT
CNPJ da APM: 01.930.575/0001-76
Telefone: (66)35361453
E_Mail: epmstmt@hotmail.com ou epmstmt@gmail.com
Diretora: Márcia Nunes Teixeira
Modalidade de Ensino Oferecidos: Educação Básica Ensino Fundamental
Decreto de criação lei nº 018/94
Reconhecido pela portaria nº3277/92

Professoras Rosana Slongo Ceron e Cleide Ribeiro Alves ambas formação e habilitadas em Licenciatura Plena em Pedagogia com Pós graduação em Metodologia Das Ciências e suas Tecnologias na Educação Básica e cursando Pós graduação em Psicopedagogia Clinica Institucional.

Apresentação

A sala de superação é uma alternativa de atendimento a educandos com dificuldades de aprendizagem que freqüentam a classe regular e irá receber atendimento em local especial, com professor especializado, material e recursos pedagógicos adequados.
A Escola Santa Terezinha, neste ano letivo de 2009, concretiza ações colaborativas com duas salas de superação com serviços de natureza pedagógica que se destinam aos alunos com dificuldades de aprendizagem, matriculados no ensino regular e serão atendidos em classe comuns e sala de superação. Objetivando trabalhar as dificuldades e favorecer a eficiência cooperativa entre aluno, professor e família no processo educativo.

Objetivos gerais

-Acompanhar e promover a melhoria do processo ensino/aprendizagem do educando integrado nas séries comuns da rede regular de ensino, estimulando-o na conquista de sua autonomia.
- Conscientizar o aluno e sua família sobre a importância e necessidade de integrar-se no social e interagir como sujeito capaz valorizando a importância de saber ler e escrever.

Objetivos específicos

- Propiciar situações de aprendizagem que busquem sanar ou minimizar as dificuldades do educando , na consecução dos objetivos da classe comum;
- Atender as necessidades especificas do educando , atuando em nível de pequenos grupos ou por meios de planos educacionais individualizados;
- Integrar professores, pais e demais alunos da Escola no processo educacional do educando .

Caracterização das turmas

Serão atendidos 2 (duas) salas de superação para atender alunos com idades variadas apresentando dificuldades variados na aprendizagem. Uns com maiores e outros com menores problemas na aquisição da leitura e escrita. Dentre essas dificuldades, pode-se perceber que a maioria desses alunos demonstram interesse em aprender, mas se sentem impotentes diante ao estímulo recebido por falta de um projeto que contemple a integração associando a auto –estima desses educandos gradativamente de modo a efetivar o aprendizado dentro das possibilidades e limitação de cada aluno. O trabalho será desenvolvido e aplicado na sala de superação no período matutino pela professora Rosana Slongo Ceron e no período vespertino pela professora Cleide Ribeiro Alves cuja formação e habilitação em Licenciatura Plena em Pedagogia e Pós graduação em Metodologia Das Ciências e suas Tecnologias na Educação Básica e cursando Pós graduação em Psicopedagogia Clinica Institucional

Justificativa

È sabido que uma sala de superação tem como meta desenvolver um trabalho com alunos que apresentam alguns diagnóstico de problemática a Escola Pública Municipal Santa Terezinha que trabalha com alunos de ensino fundamental tem como perspectiva melhorar o ensino e a aprendizagem dos alunos que apresentam este diagnóstico de deficiência de aprendizagem tendo como necessidade e prioridade montar 2 salas de superação a qual possamos desenvolver um trabalho diferenciado utilizando multimeios fazendo com que estes melhorem a auto-estima dando oportunidades de crescimento tanto na parte cognitiva-afetiva, psicomotora, psicosocial, quanto no crescimento cultural, já que a escola deve ser vista como um espaço que tem que promover e possibilitar um trabalho conjunto escola/sociedade.

Como afirma Maria Lucia Leme:”A escola não pode ser vista isolada da sociedade , pois o sistema ou particular reflete sempre a sociedade em que está inserido”

Metodologia

Na Escola Pública Municipal Santa Terezinha, os conteúdos a serem ministrados são os mesmos constantes na matriz curricular, porém com o olhar atento aos alunos com dificuldades educacionais, para que, os conteúdos não assimilados sejam trabalhados com estratégias e métodos diferenciados, na sala de Superação pela professora responsável de acordo com o cronograma de atendimento.

Proposta didática pedagógica

Deverá ser individualizado ou em pequenos grupos, dependendo do nível de desempenho, necessidades e relacionamento dos mesmos.
O cronograma de atendimento variará de acordo com as necessidades e condições de cada aluno.
Considera-se sala de Superação uma forma alternativa de atendimento ao aluno com dificuldade de aprendizado para que ele possa engajar-se no processo de ensino comum. O educando freqüentará a sala de superação durante o tempo que for necessário, devendo ser seguido programa elaborado de acordo com suas necessidades com suas avaliações periódicas, acompanhados pelo superior escolar e orientador educacional .
Os conteúdos desenvolvidos serão de acordo com o ano e as necessidades específicas do educando. Procurando propiciar situações de aprendizagem que busquem sanar ou minimizar as dificuldades do educando, na consecução dos objetivos da classe comum, desenvolvendo habilidades como:
Vocabulário, linguagem, pensamento, fluência verbal;
Percepção visual;
Atenção, memória, concentração;
Raciocínio lógico;
Criatividade, curiosidade, explosão;
Reconhecimento de cores e tamanhos;
Alfabetização;
Reconhecimento de letras, silabas.....
Ortografia;
Interpretação de texto;
Compreensão da leitura;
Percepção auditiva;
Coordenação motora-motricidade;
Quantidades;
Sistema de numeração e raciocínio lógico matemático;
Operações (adição, subtração, multiplicação, divisão) ;
Conjuntos;
Sociabilidade, regras e limites;
Organização espacial;
Classificação, ordenação;
Associação de quantidades;
Associação de idéias;
Percepção de espaço;
Coordenação viso motor;
Coordenação figura-fundo;
Percepção de figura-fundo, semelhanças e diferenças;
Relação número/quantidade;
Percepção corporal;
Auto-conhecimento e relacionamento social;
Leitura e escrita. Essas habilidades serão desenvolvidas através de jogos pedagógicos e/ou outros recursos disponíveis, com a intenção especifica de provocar uma aprendizagem significativa, estimulando a construção de um novo conhecimento e, principalmente ajudando o aluno nos fenômenos sociais e culturais.

Duração do projeto

A execução deste Projeto se dará no inicio do ano letivo com possibilidade de atendimento de acordo com as necessidades do aluno ate que a aprendizagem atenda aos objetivos proposto.

Recursos

Considerando os níveis de dificuldades dos alunos, os trabalhos serão realizados de acordo com as necessidades de aprendizados. Para atender a demanda e as necessidades específicas serão usados:
--tintas, pincéis, folhas de papel sulfite, cartolinas, isopor, canetinhas, pincéis atômicos, jogos de damas, domino, xadrez, memória, baralho, quebra-cabeça, resta um,entre outros.
Material reciclável-fósforo, pedrinhas, palitos, borrachas, canetas, lápis, cola, réguas, calculadora, caderno, revista,
DVD, livros, dicionário, compasso, tesouras, bolas e outros materiais que os alunos poderão trazer de casa.

Recursos humanos

Direção, coordenação,professores, merendeiras, apoio e manutenção, técnico administrativo,profissionais especializados como: fonoaudióloga ,neurologista, psicólogo e psicopedagogo,

Avaliação

A professora que está atendendo na sala de superação pautará seu planejamento elaborado em conjunto tendo por objetivo detectar as dificuldades dos alunos e em que ponto é possível melhorar seu desenvolvimento. A professora terá que conhecer a cada um dos alunos, para isso devera fazer um estudo sócio econômico junto aos familiares dos mesmos.
A avaliação será individual. Com registro e reuniões que servirá para avaliar o rendimento dos atendimentos e reformular proposta caso seja necessário.
No final do ano, nas pastas do aluno deverá constar todas as atividades realizadas e avaliação final da sala de superação.

Cronograma

O Projeto se dará no inicio do ano letivo com possibilidade de atendimento de acordo com as necessidades do aluno até que a aprendizagem atenda aos objetivos propostos.

Bibliografia

WEISS, Maria Lúcia Lemme , Psicopedagogia Clínica - uma visão diagnóstica dos problemas de aprendizagem escolar; 13ª.ed.rev.e ampl. Rio de Janeiro:Lamparina,2008 p.93.
Micottoi, M.C Oliveira, Piaget e o Processo de alfabetização. São Paulo: Pioneira, 1980. p.56.
__________ Como trabalhar com sala de recursos extraído de www.escola12deabril.blogspot.com acessado em 03 de março de 2009 às 14:57h.

2 comentários:

  1. Olá Companheirada!!
    Parabenizo pelo trabalho sério que desenvolvem no Município de Marcelândia.Eu sou um pouco dai e de Analândia do Norte,estou também trabalhando na formação de professores na Alfabetização.Neste momento estou com trabalho com profissionais da sala de Superação.È gratificante encontrar relatos de como estão encaminhando e pensando essa turma tão precisada de um olhar mais atento,pois já estão defasados em seu caminhar.
    um abraço
    Sueli Brito - Cefapro - Sinop

    ResponderExcluir
  2. aki na minha cidade tambem tem, eu to fazendo,
    mais é muita tarefa e muitos trabalhos,
    inclusive agora eu to fazendo um trabalho
    Diego Ponce - juruena -MT

    ResponderExcluir